You are here:  / Massas e molhos / Raviolloni de cream cheese com damasco ao pesto

Raviolloni de cream cheese com damasco ao pesto

wpid-img_20130204_162826.jpg
O raviolloni é um raviolli um pouco maior: mais prático para fazer em casa, enche o prato de sabor. A massa fresca, combinada com o cream cheese e o damasco, fica diferente e saborosa. Cai bem em um jantar especial como o do Dia dos Namorados ou então em um almoço de domingo.

1 receita de massa fresca caseira
8 a 10 colheres de chá rasas de cream cheese
2 a 3 damascos secos
1 receita de pesto genovese

Prepare o pesto genovese e corte os damascos em cubinhos. Reserve.

Faça a massa e abra tiras de mais ou menos 8 centímetros de altura. Para abrir a massa bem fina, cubra uma superfície lisa com um pedaço grande de filme plástico, coloque a massa e depois mais um pedaço de plástico, aí é só usar o rolo.

Estenda uma tira e distribua as colheradas de cream cheese e alguns cubinhos do damasco. Molhe as pontas dos dedos e, com a água, circule o recheio. Cubra com outra tira de massa e pressione para fechar bem os raviolloni. Você pode cortar com uma faca afiada enfarinhada ou um cortador (eu usei um copo).

Importante: depois de fazer essa receita, vi um episódio do programa Masterchef e aprendi que a gente precisa tirar todo o ar do recheio antes de fechar a massa, evitando assim que ela estoure durante o cozimento. Para isso, coloque o recheio, cubra com a massa e, com cuidado, pressione para que o ar saia enquanto sela as bordas.

Faça o mesmo até fechar entre 8 e 10 unidades. Cubra com um pano de prato e deixe descansar por 30 minutos. Cozinhe a massa até ficar al dente — o tempo vai depender da espessura da sua massa — e envolva com o pesto. Sirva em seguida.

Dica: se quiser, substitua o cream cheese por brie ou camembert e tenha uma massa mais sofisticada. Aliás, utilize qualquer recheio de sua preferência. Você pode, também, escolher outro molho.

Esta quantidade é suficiente para duas pessoas, se acompanhada de uma carne.

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

nove + onze =

Categorias

Arquivos



mytaste.com.br


Acompanhe nosso instagram